Pages

Páginas

domingo, 2 de novembro de 2014

Os Três Filtros de Sócrates

Certo dia um homem aproximou-se de Sócrates (Filósofo da Grécia Antiga e Mestre de Platão) e iniciou com ele um diálogo.

- Mestre, não imagina o que ouvi falar à cerca de um amigo seu .. falou o homem que foi prontamente interrompido por Sócrates.
- Espera, antes de dizeres terás de passar pela regra dos "Três Filtros" se não passares não te deixarei falar sobre isso. - afirmou Sócrates ao homem.
- Filtros?, mas que filtros mestre? - perguntou o homem espantado.
- Já te explico, o primeiro filtro é o filtro da "Verdade", tens a certeza de o que vais dizer sobre o meu amigo, é absolutamente verdade? - perguntou Sócrates.
- Não, não sei, mas é o que se comenta por aí. - afirmou o homem atrapalhado.
- Pois bem, já perdeste o primeiro filtro, mas ainda vou deixar-te tentar o segundo filtro que é o filtro da "Bondade", o que tu vais me contar é abonatório do meu amigo, diz bem dele? perguntou Sócrates enfático ao homem.
- Claro que não, afirmou o homem meio assustado
- Então não passaste também neste segundo filtro, vamos verificar o terceiro e último filtro que é o da "Necessidade", diz-me então se o que tens a dizer do meu amigo, que apesar de não saberes se é verdade, e de não ser abonatório a ele é algo que convém contar, é necessário que eu saiba, é necessário para a comunidade, divulgar esta informação? perguntou Sócrates ao homem.
- Não Mestre deveras confesso que não, respondeu o  homem envergonhado.
- Então se o que tens a contar não é verdadeiro, nem bom e nem necessário, guarda-o apenas para ti. Afirmou Sócrates com firmeza.

Se agirmos todos de forma coerente com estes Três Filtros de Sócrates, serão boatos a menos, intrigas a menos,difamações a menos, que deixarão assim de intoxicar o mundo com discórdia e seremos todos mais felizes.

Por Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

2 comentários:

  1. *

    Prudente alguém cospe
    à mesa quente batata
    com cabeça fresca?

    Conte se é verdade,
    edifica ou necessário, uai?
    Três "filtros" de Sócrates.

    - FLASh

    http://obloghumanista.blogspot.com.br/2014/11/os-tres-filtros-de-socrates.html?m=1

    *

    Fernando Lopes de Almeida Soares
    (FLASh) IFP/RJ 2477412
    Rua Joanésia, 316 ap 301 Serra
    30240-030 Belo Horizonte, MG
    poetafernandosoares@gmail.com
    facebook.com/cronipoeta
    cronipoesias.blogspot.com
    twitter.com/twiflashes
    WhatsApp etc 319 9882 5505 Oi?

    .

    ResponderEliminar
  2. *

    Em boca fechada
    nunca adentrando mosquito
    sequer saem besteiras?

    Duas vezes ou mais
    enfiando a colher de pau
    sábia alma pensa, ora?

    Prudente alguém cospe
    à mesa quente batata
    com cabeça fresca?

    Conte se é verdade,
    edifica ou necessário, uai?
    Três "filtros" de Sócrates.

    - FLASh

    http://obloghumanista.blogspot.com.br/2014/11/os-tres-filtros-de-socrates.html?m=1

    *

    Fernando Lopes de Almeida Soares
    (FLASh) IFP/RJ 2477412
    Rua Joanésia, 316 ap 301 Serra
    30240-030 Belo Horizonte, MG
    poetafernandosoares@gmail.com
    facebook.com/cronipoeta
    cronipoesias.blogspot.com
    twitter.com/twiflashes
    WhatsApp etc 319 9882 5505 Oi?

    .

    ResponderEliminar